terça-feira, 6 de março de 2018

Análise quinzenal – Saint Seiya: Episódio G Assassin #87

Deixa na mão no Mascará da Morte que ele resolve o problema... pode confiar amiguinho.
Seguindo com a parte de colocar a casa em ordem, eis que vou seguir com a análise do Episódio G Assassin; pois enquanto escrevia a primeira análise acabei não notando que saiu mais um capítulo, logo acabei deixando o capítulo mais recente a parte para trazê-lo sozinho e com comentários mais ágeis e rápidos.
Então, sem mais delongas, vamos ao capítulo que nos presenteou com mais explicações e algumas coisas bem interessantes ao longo dele.

Capítulo #87 – Abismo

Vamos do começo; pois agora sabemos que há uma técnica que pode ressuscitar quem morreu. Sabemos que tanto esse mundo como o mundo do “mal” reviveram cavaleiros do passado e, de quebra, temos um Camus que pode despertar de seu sono a qualquer momento. O interessante é que, mesmo sabendo de tudo isso, o Okada ainda tinha uma revelação para nos fazer e isso acabou destacando, de um modo bem legal, o Mascara da Morte.
Mas antes é preciso mencionar que tivemos a presença do Hades nesse capítulo, mais especificamente uma rápida conversa dele com alguém que está em uma caminhada para retornar a vida. Hades diz que isso é algo que apenas gerará mais sofrimento e que mesmo assim, se era o desejo do homem, que ele deveria seguir com essa jornada rumo ao mundo banhado pela luz.
Após isso voltamos aos acontecimentos do capítulo com os cavaleiros que foram para o ponto principal – que é onde está o Camus – realizando evacuação com moradores e, enquanto isso, tendo que enfrentar uma imagem de gelo do próprio cavaleiro de aquário na qual eles sentem uma forte aura de ódio. Esse é um momento legal, porque somente o Milo luta contra ele e ainda explica que a agulha escarlate é ineficiente contra aquela projeção; nisso temos uma nova técnica do cavaleiro de escorpião que é onde ele concentra todo seu poder da agulha em um golpe de energia pura.
Assim falece o Camus de gelo, mas ajuda a deixar todo clima de apreensão ainda maior, pois deixa claro que logo menos teremos o cavaleiro de aquário desperto e, dependendo do lado que ele escolher defender, o negócio pode ficar MUITO ruim; em especial por sabermos que o efetivo do mundo “real” não está tão completo quanto do mundo das trevas. É algo complicado, mas que tende a ser cada vez mais explorado.
Em especial porque nesse momento temos o Mascara da Morte aparecendo e nos explicando mais sobre os guerreiros sem rosto. Mais precisamente, ele expõe quem é o culpado pela existência desses guerreiros, porém antes disso ele nos informa que a Natassia (filha do Hyoga, que já foi uma sem rosto) está morta há tempos e precisa voltar para o mundo dos mortos; e, após isso, é que ele revela que os sem rosto são pessoas que já morreram e aceitaram reviver em troca dos rostos que estão em um lugar que todos sabem onde é (sim, vou segurar o suspense).
Depois desse desclaimer e dele falando que mataria a “filha” do Hyoga, vemos o antigo cavaleiro de cisne dizendo que isso não ocorrerá e que será o Mascara da Morte quem morrerá se tentar. Ou seja, o caldo entornou para o cavaleiro de câncer; e isso, de uma forma bem ampla, é excelente, em especial porque estávamos precisando de algum momento assim para dizer que é Saint Seiya.
Contudo é importante ressaltar que o Okada está amarrando umas pontas com toda série que, cada vez mais, me impressiona de modo positivo e me faz querer que ele siga contando essa história mais e mais, pois é deveras interessante essa questão do porquê os sem rostos existem – não relegaram eles a simples vilões classe B e sim os deram um propósito e um nome para pôr a culpa -.
Depois de toda ideia sendo bem executada, estamos a um passo de um confronto entre aliados e o que isso poderá influenciar no roteiro em si – se ocorrer – só saberemos mais adiante, mas podemos dizer que quanto mais respostas tio Okada nos dá mais adiante de um possível clímax ficamos, porém ficamos perto desse clímax cada vez mais empolgado com as possibilidades.
Postar um comentário

Follow by Email