domingo, 20 de maio de 2018

Estante do Dollars - I Am a Hero #01

Mangá chega ao Brasil provando que, sim, ainda há esperança de boas histórias quando o assunto são zumbis.

Admito que não sou a pessoa mais fervorosa quando o assunto é obras de zumbis. Até gosto, mas não sou aquele fã ferranho que consome tudo que o gênero tem a oferecer (mais do que isso, não costumo ter gosto por saturar qualquer estilo narrativo, mas enfim...), logo quando encontro obras que valem a compra fico extremamente feliz e me dá a sensação de dinheiro bem investido. 
O mangá que irei analisar hoje segue bem essa lógica que comentei no paragrafo anterior e, mais do que isso, é pedida certa para os fãs do estilo. Hoje é dia de falarmos sobre "I am a Hero"; então peguem suas armas e vamos caçar zumbis!

Sinopse Oficial:
Aos 35 anos, Hideo Suzuki é um assistente de mangaká cuja vida parece estar estagnada em um trabalho sem perspectiva de crescimento profissional e que o afasta cada vez mais de seus sonhos. Além disso, tem uma dificuldade imensa em criar laços e manter seus relacionamentos. Se considera um verdadeiro fracassado, com uma vida vazia e sem propósito, assim como a grande maioria da atual sociedade japonesa de assalariados. Mas. Um dia, a rotina de Hideo muda drasticamente. Ele presencia uma mulher ser atropelada. Apesar de estar obviamente morta, ela se levantou e atacou um homem com mordidas.

Considerações gerais:
Resultado de imagem para i am a hero mangá
Escrito e ilustrado por Kengo Hanazawa, o mangá foi publicado na Big Comic Spirts, da Shogakukan, de abril de 2009 até fevereiro de 2017 rendendo, ao todo, 22 volumes encadernados; além disso vale mencionar que a obra já saiu na EspanhaMéxicoEstados UnidosAlemanha e França (deve ter mais, contudo vamos limitar os Países para não tomar um paragrafo inteiro). O sucesso do mangá, também, rendeu uma adaptação em live action para a obra em 2016.
Primeiramente é importante citar que esse primeiro volume da série é, basicamente, um grande preparativo para o que virá nos volumes seguintes. A narrativa aqui não possuí pressa em ser contada e se foca, muito, no cotidiano do Hideo, que é nosso protagonista - e, como ele mesmo diz, o herói. O roteiro trabalha muito a construção do cenário e de como tudo, aos poucos, irá se tornar uma imensa epidemia de zumbi; porém o meio como tudo é trabalhado gera um misto de monotonia com inquietação, pois você sabe que é um mangá de zumbi e quer que chegue o momento onde teremos os mortos-vivos, mas tudo é tranquilo e monótono.
Basicamente é a monotonia, ao meu ver, o maior calcanhar de Aquiles desse volume, porque fica aquela sensação de enredo arrastado e sem uma percepção clara de onde deseja chegar, porém é da metade para o final que o mangá prova, no quesito roteiro, ao que veio e cria aquela expectativa para o que virá a seguir - me arrisco até a dizer que é da metade em diante que ele mostra o que, realmente, é a série e nos empolga 110% com tudo que será construído até o final (claro que posso estar errado e o final ser horrível, mas o começo sabe construir uma expectativa).
Quanto a arte, posso dizer que, sinceramente, amei a forma com ele trabalha a questão narrativa dele usando sua arte. Ele sabe criar uma movimentação sem, necessariamente, se movimentar; e isso está, literalmente, em boa parte das ações que ele cria no decorrer do volume (exemplo as primeiras páginas, que ele foca em mostrar toda movimentação na porta quando o protagonista abre ela para entrar em sua casa). Além disso é importante citar que ele sabe como te transpor naquele momento retratado e consegue inspirar tensão quando usa páginas duplas para mostrar um momento de zumbificação (ou mostrar um determinado personagem já sendo zumbi).
Resultado de imagem para i am a hero mangá
Por falar em personagens, podemos dizer que o único que, realmente, importa é o protagonista - o Hideo Suzuki -; mas é importante mencionar que ele não é um personagem que brilha. Ele é um protagonista que não possuí atributos para ser um herói, todavia nos guia em um cotidiano que dá sofre uma reviravolta no último capítulo do volume e, de um angulo geral, é o que mais impressiona com relação a esse primeiro volume, pois temos uma protagonista que é um ser humano comum e poderia ser qualquer um de nós.
Esse lado humano do personagem principal, assim como o que conseguimos captar dos secundários, é o que mais movimenta a história e desperta nosso interesse em ver até onde tudo pode chegar e quando surge o fato incomum na narrativa, você nota algo estranho nos pequenos detalhes, até que chega o baque do problema.
Enfim, sem me alongar demais... aqui no Brasil a obra começou a sair pela Panini Comics - através do selo Planet Mangá - em abril desse ano e terá periodicidade bimestral. Contudo já posso começar pontuando, positivamente, a editora pelo formato adotado para esse mangá que é o padrão mais caprichado da editora com papel offset no formato padrão ( 19,8 x 13,6 cm) com direito a orelhas e páginas coloridas. O preço de capa da edição está R$ 19,90 e vale o preço que é cobrado, mas também dá para achar com valores menores em lojas online. 

Afinal, porque está na estante?
Creio que um dos maiores motivos para ele estar nessa estante é porque ele me chamou atenção quando foi anunciado e, depois de lido, conseguiu prender minha atenção o suficiente, justamente, por ser um ponto fora da curva. Aqui não há inícios mirabolantes, ou pessoas preparadas demais, pelo contrário, há personagens humanos que passam por problemas e possuem vidas normais; logo você cria uma expectativa do que virá a seguir. 
Indico essa obra, em especial, para quem curte um bom quadrinho e para fãs do gênero zumbi que desejam variar um pouco; agora, se você espera uma obra que não pare um momento e já tenha um início impactante, sinto dizer que não te recomendo. Aqui é tudo aproveitado de uma forma mais tranquila e que progride gradativamente e, justamente por isso, merece ser apreciada com carinho.

Ficha técnica:
I Am a Hero #01 (Panini Comics)
Autor: Kengo Hanazawa
Formato: 19,8 x 13,6 cm
Nº de Págs: 200 páginas
Preço: R$ 19,90
Onde Comprar: Amazon
Postar um comentário

Follow by Email