quarta-feira, 9 de maio de 2018

Estante do Dollars - Samurai 7


Mangá, que é releitura do clássico filme de Akira Kurosawa, funciona de modo inteligente e reescreve um clássico para as novas gerações
Confesso que tenho certo receio com obras desconhecidas, de forma geral. Não que seja um mal súbito ou, até mesmo, algum pré-conceito; diria que é mais como lei de defesa ao dinheiro que invisto - isso ocorre, em especial, por eu já ter apostado em muita coisa ruim (Ageha, estou olhando para você). 
Mas a vida é um caixinha de surpresas e, um belo dia, acabei achando as duas edições do mangá Samurai 7 em promoção e acabei comprando. O resultado é que me deparei com uma obra deveras interessante e fiquei motivado a discorrer um pouco sobre a obra. Por esse motivo, se acomodem e venham conferir esse Estante do Dollars sobre essa releitura do filme de Akira Kurosawa.

Sinopse (via Editora JBC):

Adaptação do filme Os Sete Samurais de Akira Kurosawa, o mangá de Mizutaka Suhou atualiza a história contada pelo cineasta. Numa época em que a humanidade havia migrado para outros planetas do Sistema Solar, uma guerra espacial dividiu a atmosfera da Terra em duas. O longo conflito devastou vários territórios da face do planeta e máquinas de massacre destruíam tudo por onde passavam… E na linha de frente, havia homens que enfrentavam os armamentos móveis valendo-se apenas de seu próprio corpo e de espadas chamadas Katana Antitanque. Temidos, as pessoas os chamavam de “SAMURAIS”…

Considerações gerais:

Resultado de imagem para Samurai 7 manga
Acredito que seja interessante frisar, logo no começo da análise - até antes da parte técnica -, é que temos um mangá baseado no clássico filme de Akira Kurosawa (Chamado "Os Sete Samurais") - filme esse que saiu em 1954 e serviu de inspiração para diversas obras, como, por exemplo, a versão americana intitulada "Sete Homens e um destino". Além do clássico filme, o mangá também faz uma adaptação, de certa maneira, do animê Samurai 7 que foi produzido pelo estúdio Gonzo e exibido de junho a dezembro de 2004 com um total de 25 episódios.
O mangá é ilustrado por Mizutaka Suhou e foi publicado pela editora Kodansha de agosto de 2006 até março de 2007 possuindo, ao todo, 2 volumes encadernados. Apesar de curta, é importante já ressaltarmos que a série é competente e consegue ser uma boa releitura/adaptação dos materiais que utiliza como base (e antes que alguém NEGUE QUE O MANGÁ ADAPTA O ANIMÊ, basta olhar a composição de personagens em ambas versões que você notará certa semelhança; isso sem contar que o animê é de 2004, enquanto o mangá é de 2006; e o próprio autor agradece a existência do animê).
Mas falando sobre o mangá; como dito, o roteiro é competente e segue a narrativa de uma forma prazerosa de se acompanhar. Claro que muito disso se deve ao fato de termos um foco em um personagem específico, que é o "protagonista" da história Katsushiro, mas fora isso, também, temos uma trama que é bem trabalhada dentro do que se espera de um mangá curto e rápido. Tudo ali se ajeita de uma forma que funciona muito bem dentro da proposta apresentada. Sem contar que aqui a narrativa é objetiva: os bandidos saqueiam o vilarejo precisam ser derrotados e apenas os samurais possuem o poder necessário para que o povo da vila encontre sossego e, através dessa estrutura é que, seguimos ao longo dos 9 capítulos (sim, o MAL fala que são 7 capítulos, mas o encadernado mostra 9 capítulos no total).
Resultado de imagem para samurai 7 manga
Agora, comentando sobre os personagens; podemos dizer que eles são a alma do negócio. Desde a Kirara até o Kikuchiyo - nosso querido ex-camponês que virou ciborgue -, todos possuem seu carisma e sua utilidade dentro da série. Isso gera toda uma evolução positiva, porque temos um Katsushiro que nunca lutou sendo orientado pelos mais experientes da equipe (para citar os nomes dos sete samurais da história são: Kambei, Gorobei, HeihachiShichiroji, KyuzoKikuchiyo e o Katsushiro), além disso também nos entrega um background para cada personagem, mesmo não explorando muito isso (sério teria sido legal explorar mais o passado do Gorobei, mas divago).
Além disso, o roteiro também soa, em diversos momentos, como algo apressado, pois é tudo rápido demais; mas aqui parto mais do pressuposto que tenha ocorrido um pedido de série curta, o que ocasionou em uma obra com diversos pontos parecendo corridos; sem contar que não estraga a diversão que a série proporciona; então vejam esse ponto mais como aquele puxão de orelha de um redator chato. 
Quanto a arte, podemos dizer que o Suhou-sensei não é um desenhista de mão cheia, mas também não é daqueles que comprometem a qualidade de sua obra. Explicando melhor: a arte do mangá é muito estilo de alguém que é iniciante na área e, em diversos momentos, vemos inconsistências nela, o que deixa muito com cara de material mais independente. Nesse ponto, novamente, parto da suposição que essa tenha sido a primeira obra do autor e, devido a isso, tenha nos sido entregue um material dessa forma, todavia é importante frisar que mesmo a arte fraca não estraga o produto final.
Aqui no Brasil, a Editora JBC lançou o mangá em setembro de 2017 com periodicidade bimestral. O formato adotado pela editora foi o padrão 13,5x20 cm em papel off-white, que valorizou bastante o produto final. Além disso a editora apostou e, também, publicou os dois volumes em formato digital através das plataformas como Kindle, Kobo, Google Play e iBooks.

Afinal, porque está na estante?

Podemos dizer, basicamente, que toda releitura merece uma chance, porém essa merece uma conferida especial, pois se trata de uma releitura que respeita seu original, porém sem ficar atado demais a sua origem - devido a isso recorre ao outro material que relê o clássico de Akira Kurosawa. Fora isso, também é digno mencionar que há um cuidado grande para não ser só uma obra genérica de época, se tornando algo divertido.
Como eu disse no disclaimer inicial, essa é uma obra que comprei por puro acaso e, devido a isso, fui presenteado com uma obra competente e que cumpre o que se propõe. Recomendado para todos que curtem uma obra ágil e boa para entretenimento de um fim de tarde. 

Ficha técnica:
Resultado de imagem para Samurai 7 mangaSamurai 7 (Vol #1 & #2) (Editora JBC)
Autores: Akira Kurosawa (autor original) & Mizutaka Suhou (arte)
Nº de págs: 208/256
Preço: R$ 16,90 (ed. física) & R$ 13,50 (e-book)
Postar um comentário

Follow by Email