quarta-feira, 6 de junho de 2018

Análise semanal - Cardfight!! Vanguard (2018) #5

O momento de superar o bullying e criar personalidade (ou quase isso...)

Sinceramente, devo confessar que estou, simplesmente, amando a cada episódio que passa, esse remake de Vanguard. Sério, ele consegue me prender e me motiva a pensar em textos realmente empolgantes para minha análises, mas dessa vez não vou me alongar muito, pois creio que haja muito para ser dito e o hype subindo; então, sem mais delongas, vamos a análise.

Episódio (Imagem) #5 - "Vamos à Carta Capital"
Esse é um episódio que já começa bugando o espectador, pois começa reprisando o episódio 1 no ponto em que o Morikawa "pega" o Blaster Blade do Aichi e, de certo modo, isso gera uma estranheza que, após a abertura, some. E quando a estranheza some é que temos  um vislumbre do que nos espera nesse episódio que, honestamente, é o que consegue fechar todo um primeiro ciclo e gerar hype para o que virá a seguir.
Posso dizer que, aqui, temos um episódio que se foca mais em criar laços e superar traumas do passado dando um desenvolvimento na personalidade do nosso protagonista do que criar uma barriga para encher linguiça; fora isso também temos um episódio que nos entrega um Morikawa menos babaca que aquele do começo, o que é bom e consegue desenvolver toda uma linha mais coesa, afinal ele é um personagem que, em essência, deve ser babaca por se achar demais e não por ser um bully (ou seja, se essa adaptação se esforçar para seguir o que veio antes ele tende a virar um secundário, mas que é um bom cardfighter). Quanto aos outros meninos pouco tivemos de exploração nesse primeiro momento, mas parece que seguiremos a linha de secundários ok.
Porém é importante mencionar que todo esse arco curto temos todo um desenvolvimento na relação de amizade entre o Aichi e o Morikawa e, mais do que isso, como o segundo se sente mal por ter feito o que fez e não ter obtido resultado nenhum - em um viés positivo. Me arrisco até a ir além e dizer que ele se sente culpado pelo que causou ao protagonista, por isso o evita; devido a isso é que podemos dizer que temos esse momento que nos mostra os dois se entendendo de uma forma que só é possível dentro desse universo, que é no duelo de Vanguard.
Por falar no duelo, dá para comentar que tivemos um embate que foi empolgante e soube criar uma ideia de como o Vanguard ajuda o Aichi a crescer e evoluir como pessoa, se tornando alguém menos tímido e retraído. É legal ver como, aos poucos, ele vai ganhando aquele ar de líder e se tornando a pessoa digna de ser o capitão do Q4. Fora isso, também conseguimos ver que o Morikawa gera duelos empolgantes, coisas que na outra versão pouco vimos, e isso agrega muito para o personagem e criar uma empatia do publico com ele.
Mas creio que a cereja do bolo foi o pós duelo, pois todo diálogo final, enquanto os personagens estão para ir na Carta Capital foi bonito e conseguiu cativar, de certa forma. Isso sem contar que ainda temos o Kamui e a Emi nos entregando um momento mais descontraído e que faz o Morikawa cair em si e ver que se o protagonista o perdoou, ele deveria se perdoar e seguir adiante. 
Além desse diálogo tivemos o plot twist que, sério, conseguiu provar dobrado que esse Vanguard será totalmente diferente daquilo que esperávamos, pois no final temos a citação sobre o Asian Circuit e, de quebra, temos a apresentação do campeão do Circuito que não é ninguém menos que o Shoryu Leon (SÓ VEM AQUA FORCE!). 
Honestamente, acreditava que demoraria mais para ele aparecer, assim como alguns personagens que aparecerão no episódio 6, mas isso só comprova aquilo que já havia sido vendido desde o começo, pois como é um remake precisavam de mudanças bruscas para efetivar a ideia de reinicio e atrair o público que ainda não tinha acompanhado devido ao dinamismo. 
Dá para dizer que esse episódio serviu para apresentar melhor aquele que será presença frequente na série, ensinar como superar os problemas passados e, para completar, nos introduzir novos personagens. Agora é aguardar o próximo episódio para vermos quais mudanças teremos a seguir.
Postar um comentário

Follow by Email