quarta-feira, 10 de outubro de 2018

Primeiras Impressões - SSSS.Gridman

A aposta da Tsuburaya para revitalizar sua série de tokusatsu dos anos 90

A temporada segue com seus lançamentos e, ao mesmo tempo, sigo em ritmo frenético para que todas as análises planejadas saiam no tempo mais rápido possível, porém pode ser que algumas cheguem ao site bem próximo do lançamento de seu 2º episódio.
Contudo, hoje irei falar sobre um animê que me chamou atenção mais por ser baseado em um Tokusatsu dos anos 90 que ganhou adaptação americana no mesmo ano e, para mim que pouco conheço sobre o gênero, me soou interessante acompanhar algo assim.
Dito isso, vamos direto às primeiras impressões de SSSS.Gridman, que é aquela obra que tem todo um clima único. Peguem suas armaduras e vamos nessa!
Sinopse:
SSSS.Gridman é uma adaptação japonesa de anime da série tokusatsu 1993-1994 Gridman the Hyper Agent. A produção é uma colaboração conjunta entre a Tsuburaya Productions, a produtora por trás da Gridman and Ultraman e a Studio Trigger
Considerações Gerais:


Acredito que posso começar essa análise explicando que, sim, temos em mãos um animê muito interessante e que precisa mostrar mais para que veio. Em primeiro momento cabe essa citação, assim como vale mencionar que o Trigger está de parabéns pela animação, pois a mesma está bem bonita e funciona bem dentro da proposta do animê. 
É algo que funciona bem e não fica destoante demais do padrão atualmente, as cores são vívidas e a movimentação não é truncada demais (só em um momento que achei meio mecânico, mas foi algo rápido demais, então nem vejo como uma falha grave). Além disso também houve um carinho com as cenas que possuem certo CGi e isso conta muito positivamente para o saldo final do que a obra apresenta.
Quanto o enredo, posso dizer que este primeiro episódio se foca muito em nos apresentar os protagonistas e as situações que ditarão as regras do jogo. Contudo houve um cuidado para que não fosse algo que subestime a inteligência do espectador, logo se valoriza o mistério e se foca em nos colocar em uma visão semelhante a do protagonista; uma visão onde não temos certeza do que se passa, mas temos ciência que tudo se encaixará no devido momento.


Por falar em personagem, aqui temos um episódio onde todos eles possuem um tempo considerável de tela e o perigo aparece no momento certo para gerar empolgação. É um episódio parado para nos apresentar o universo da série, contudo os personagens possuem a energia necessária para carregar os momentos mais calmos nas costas e quando a coisa esquenta, são eles quem nos empolgam com suas atitudes e decisões para vencer o vilão da semana. 
Além de tudo isso, ainda temos uma trilha sonora que se encaixa perfeitamente bem no animê e cria um bom reforço para as cenas de uma forma geral. É algo extremamente competente e acaba tornando todo produto final extremamente bem feito e pensado justamente para ser algo bem trabalhado, aqui foge um pouco do missão cumprida e vira mais próximo de algo que foi bem elaborado e executado.

Afinal, vale a pena?


Vamos ao ponto, porque este é um animê que vale a pena, porém não é indicado para quem curte histórias que vão direto ao ponto. Estamos falando de uma obra que tem por base um tokusatsu, logo também temos o clichê básico de muitos deles, ou seja, temos o protagonista sem memória e uma história que se foca em contar aos poucos o que tem. 
Devido a este ponto, não dá para recomendar para os imediatistas, porque eles terão uma frustração enorme com o primeiro episódio e droparão, agora se você não se prende neste detalhe e quer algo mais para assistir e curtir, se joga de cabeça e confere o primeiro episódio para decidir se seguirá. 
Vale lembrar que SSSS.Gridman tem previsão de 12 episódios, logo é um tempo que pode te recompensar bem se você souber dar a devida chance.
Postar um comentário

Follow by Email